quinta-feira, 8 de julho de 2010



(...) Carregue-a e finja que vai jogá-la na piscina… ela vai gritar e te bater, mas secretamente ela irá amar. Segure sua mão enquanto conversam, segure sua mão enquanto você dirige… apenas segure sua mão. Diga que ela está linda, mesmo que esteja acordando; a lembre sempre que é linda. Olhe em seus olhos enquanto fala com ela. A proteja. Faça você, um jantar especial. Mande flores no trabalho dela. Mande cartas sem motivos. Faça mimos. Leve-a a um lugar especial, numa data especial. Faça cócegas, ainda que ela te mande parar. Quando ela fizer cara feia, aperte-a e diga que a ama. Faça surpresas. Deixe-a adormecer em seus braços. Deixe-a brava, e diga o quanto ela fica linda assim. Provoque-a. Deixe-a te provocar de volta. Beije-a na bochecha, beije-a na testa… apenas beije-a. Dedique-se a ela. Deixe-a vestir suas roupas. Deixe-a brincar com você. Deixe que ela se faça de difícil, entre no jogo dela. Vá devagar. Não force nada, e quando você olhar no fundo dos olhos dela, quando seu coração acelerar e suas mãos tremerem discretamente, perceba: você a ama. E agora? Agora faça dessa mulher, a mulher mais feliz do mundo; não a decepcione, nunca. E nunca deixe de dizer o quanto ama essa mulher.

3 comentários:

  1. Amei seu seu texto!

    seguindo! E sempre comentando a partir de hoje!

    Parabéns!

    http://tempoemdebate.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. adorei aqui amr *-*
    seguindo de volta
    :]

    ResponderExcluir